Novo Mac Pro exibe poder e design modular de “ralador de queijo”

A “cereja no bolo” da apresentação de hoje (3) do Worldwide Developers Conference (WWDC) 2019, o evento para desenvolvedores da Apple, foi a apresentação do novo Mac Pro, poderoso de computador de mesa dedicado aos profissionais. Além do hardware poderoso, para pessoas que lidam com softwares e arquivos pesados de vídeo e áudio, a máquina chama a atenção por ser modular e ter um visual parecido com o de um ralador de queijo.

Obviamente, essa aparência se dá para que o computador tenha maior ventilação. O gabinete é de aço inoxidável e pode ser aberto por ambos os lados, em 360 graus. O processador é um Intel Xeon de até 28 núcleos. Ele tem 300 watts de potência e possui um dissipador de calor maciço — isso deve acabar com as reclamações de temperatura das últimas máquinas.

A configuração inicial tem 32 GB de memória RAM e 256 GB de SSD para armazenamento interno — expansível para até 1.5 TB. A arquitetura de memória permite 6 canais e 12 slots DIMM físicos e são 8 espaços para uso de PCI Express. Para usar outros periféricos, há duas portas Thunderbolt 3, mais duas para USB-a e entrada para fone 3,5 mm.

Arsenal gráfico de peso

O Mac Pro conta o que é chamada de “placa gráfica mais poderosa do mundo”, com até 56 teraflops de desempenho gráfico em um único sistema. Isso graças à inovadora arquitetura de expansão gráfica, o Módulo MPX, com integração Thunderbolt e mais de 500 W de potência — além de operação super silenciosa e resfriamento dedicado devido ao design da máquina.

É possível conectar duas placas Vega II Duos e chegar a 56 teraflops com 128 GB de memória de vídeo

As opções gráficas começam com a Radeon Pro 580X e o computador estreia a Radeon Pro Vega II, com até 14 teraflops de desempenho computacional e 32 GB de memória com 1TB/s de largura de banda de memória — a mais alta de todas as GPUs. A Radeon Pro Vega II Duo possui duas GPUs Vega II para 28 teraflops e 64 GB de memória. E pode ficar tudo ainda mais parrudo: é possível acomodar dois módulos MPX com duas placas Vega II Duo e chegar aos 56 teraflops e 128 GB de memória de vídeo.

Com a edição de vídeo é algo importante por aqui, há um novo card dedicado só para isso. O Afterburner é capaz de decodificar até 6,3 bilhões de pixels por segundo, a partir de conteúdo captado por câmeras de alta resolução. A conversão do registro pode ser feito em até 3 fluxos de vídeo 8K ProRes RAW e 12 fluxos de 4K ProRes RAW em tempo real.

Monitor com resolução 6K

Tudo isso precisa ser visto em uma tela adequada certo? Bem, o Pro Display XDR serve justamente para isso: um painel LCD de 32 polegadas com uma resolução de 6016 x 3384 Retina 6K e mais de 20 milhões de pixels. A promessa é de uma experiência de visualização super nítida com mais de 1 bilhão de cores e quase 40% mais espaço na tela do que um monitor Retina 5K.

Para gerenciar a luz refletida, o monitor possui um revestimento antirreflexo com nova opção de fosco, chamada de nano-textura, com vidro gravado em nível nanométrico. O sistema de luz de fundo direta possui ampla variedade de LEDs, que produzem 1 mil nits de brilho em tela cheia e 1,6 mil nits de brilho máximo.

A Apple oferece também o Pro Stand, um suporte especial para o monitor, e o VESA Mount Adapter, que permite ajustar melhor o Pro Display XDR à altura que quiser — tudo com a assinatura de design da Maçã, claro.

Preço e disponibilidade

O novo Mac Pro tem o preço de US$ 5.999 (R$ 23.351 na conversão direta). O Pro Display XDR começa a US$ 4.999 (R$ 19.459), o Pro Stand sai por US$ 999 (R$ 3.889) e o VESA Mount Adapter custa US$ 199 (R$ 775). Todos devem estar disponíveis a partir de outubro.

Fonte: Tecmundo