Gmail vai liberar recurso que permite interagir com conteúdo sem sair do inbox

A Google anunciou nesta segunda-feira (10) que vai expandir o recurso de e-mails dinâmicos do Gmail para todos os usuários da plataforma. Ainda assim, será preciso esperar um pouco: a empresa diz que a ferramenta será liberada apenas em 2 de julho.

O e-mail dinâmico permite que os usuários interajam com o conteúdo de suas mensagens sem serem direcionados para outra página, mantendo-se ali mesmo na caixa de entrada. Será possível, por exemplo, responder a convites para eventos, preencher formulários, navegar por conteúdos online e até responder comentários no Google Docs sem deixar o inbox. O recurso foi criado a partir da tecnologia AMP (Páginas Móveis Aceleradas, em tradução livre).

A tecnologia é similar a um recurso encontrado em smartphones: o protocolo construído pela Google permite que usuários do Gmail carreguem páginas da web muito mais rapidamente e sem sair do aplicativo.

Demonstração Gmail dinamico

Em março deste ano, a Google havia liberado uma versão beta dos e-mails dinâmicos para clientes pagos do G Suite. A empresa ainda não divulgou uma data para liberar o recurso para smartphones.

De acordo com a gigante, os e-mails dinâmicos podem até ser atualizados automaticamente para mostrar as informações mais recentes. Assim, se você recebe o e-mail de um e-commerce com ofertas, por exemplo, os preços e produtos podem ser atualizados pela empresa a qualquer instante — mesmo depois que o usuário abriu a mensagem. O e-mail é sinalizado para avisar sobre as novas informações.

A função pode ser útil para a atualização sobre voos, notícias, previsão do tempo, preço de ações e entrega de encomendas. No início do ano, a Google firmou parceria com algumas empresas, que desde então estão utilizando os e-mails dinâmicos. Uma delas é o OYO Rooms, que permite que usuárois naveguem por hotéis e locações recomendadas, visualizando detalhes do local em poucos cliques:

Demonstração Gmail Dinamico

Apesar da tecnologia, a maioria das empresas ainda deve demorar um pouco para conseguir usar o recurso de e-mails dinâmicos — a Google vai fazer uma verificação de privacidade e segurança de cada parceiro antes de habilitar a função.

Fonte: Canaltech