Redmi apresenta o Note 8 Pro: veja o 1º smartphone com câmera de 64 megapixels

Enfim, a Redmi oficializou a chegada dos smartphones Note 8 e Note 8 Pro, exibindo as especificações definitivas dos aparelhos. A subsidiária da fabricante chinesa Xiaomi segue o padrão já esperado de oferecer aparelhos com custo competitivo e desempenho de alta capacidade, ampliando a competição com outras empresas.

Os olhos do público já estavam voltados a esse anúncio, devido aos rumores sobre a câmera de 64 megapixels do Redmi Note 8 Pro . E, sem desapontar, a fabricante confirmou as informações já divulgadas na mídia: o sensor existe e o smartphone é o primeiro do mundo a recebê-lo.

Confira abaixo os detalhes de ambos os modelos, incluindo preço e previsão de lançamento:

Redmi Note 8

Começando pelo modelo mais simples, o Note 8 traz processador Snapdragon 665 (Qualcomm), com litografia de 11 nanômetros (nm). O chipset possui oito núcleos Kryo 260, sendo quatro rodando a 2,2 GHz e os quatro restantes, a 1,8 GHz.

A câmera, mesmo na versão menor do modelo, também traz boas promessas: na parte traseira, um esquema de quatro sensores inclui o principal, com 48 megapixels, uma lente grande angular de 8 megapixels, uma câmera macro de 2 megapixels e um sensor de profundidade, também em 2 megapixels. A câmera principal tem o sensor ISOCELL GM2, desenvolvido pela Samsung. Na frente, a câmera de selfie possui 13 megapixels e um notch dedicado ao seu resguardo, no topo do display.

(Imagem: Divulgação/Redmi)

E falando no display, o Redmi Note 8 traz uma tela de 6,3 polegadas em padrão LCD, com resolução FullHD+: neste modelo, a fabricante optou por não usar o formato OLED, o que faz com que o leitor de impressões digitais fique posicionado na parte traseira do smartphone (e não sob a tela, conforme alguns boatos indicaram). Finalmente, a bateria de 4.000 mAh traz capacidade de 18W e carregamento rápido por meio de uma entrada USB-C. Essa última é centralizada entre um conector de 3,5mm para fones de ouvido (o popular “P2”) e os alto-falantes. Provavelmente, os três itens devem estar soldados na mesma placa, se olharmos internamente.

O Redmi Note 8 terá três versões distintas: 4 GB de memória RAM / 64 GB de armazenamento (preço sugerido: US$ 140 ou R$ 581,66 no câmbio desta quinta-feira); 6 GB / 64 GB (US$ 167) e 6GB / 128 GB (US$ 195 ou R$ 810). Três cores poderão ser escolhidas: preto, branco e azul.
Redmi Note 8 Pro

O modelo mais “parrudo” anunciado pela Redmi confirma alguns boatos espalhados sobre ele na imprensa especializada. O principal é a câmera que, de fato, traz os 64 megapixels prometidos pela fabricante, cortesia de um sensor Samsung ISOCELL GW1. Segundo a fabricante, o aparelho traz o que é conhecido como “tecnologia de pixel binning”, ou seja, o sensor combina os dados de iluminação vindos de vários pixels em um só ponto, supostamente aprimorando brilhos e contrastes.

Ainda na traseira, o Redmi Note 8 Pro apresenta o mesmo esquema de quatro câmeras de seu irmão menor. Porém, o modelo mais poderoso alinha os quatro sensores no centro. Junto do sensor de 64 megapixels mencionado anteriormente, essas são as únicas diferenças nas câmeras dos aparelhos, já que os outros três sensores são iguais em ambos. Na frente, porém, o Note 8 Pro traz uma câmera de selfie de 20 megapixels com diversas funções de aprimoramento de imagem via inteligência artificial (a Redmi não detalhou exatamente o que isso significa).

O display do Note 8 Pro traz 6,35 polegadas de tamanho, em formato LCD e resolução FullHD+. Na parte inferior, pequenos bezels de 4,2 milímetros de espessura completam o visual.

(Imagem: Divulgação/Redmi)

Internamente, temos mais uma estreia de mercado: o Redmi Note 8 Pro é o primeiro smartphone a embarcar o processador Helio G90T, da MediaTek. Na bateria, os mesmos 18W de recarga rápida do Note 8 comum, mas com capacidade de 4.500 mAh. Vale citar: o processador da Mediatek foi desenvolvido com o público gamer de smartphones em mente, então o Redmi 8 Note Pro — ainda que não seja um gaming phone tal qual o Black Shark 2, da própria Xiaomi ou o ROG Phone, da Asus — traz um sistema de câmara de resfriamento para compensar o calor gerado pelo chipset.

Também disponibilizado em três cores (preto, verde e branco), o Redmi Note 8 Pro virá em duas versões: 6 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno (preço sugerido: US$ 195 ou R$ 810) e 8 GB de RAM com 128 GB de espaço (preço: US$ 250 ou R$ 1.038).

Ambos os aparelhos devem agraciar as prateleiras chinesas e indianas em 28 de setembro de 2019. Ainda não há informações sobre a chegada dos modelos em outros mercados.

Fonte: CanalTech