Samsung anuncia o Exynos 5100, primeiro modem 5G do mundo

Depois de demonstrar a tecnologia durante a CES deste ano em Las Vegas, nos EUA, a Samsung finalmente oficializou o lançamento do Exynos 5100, que afirma ser o primeiro modem 5G do mundo. O componente deve ser parte integrante da linha de processadores da fabricante já a partir do final deste ano, antes mesmo de as redes dessa categoria entrarem em operação na maioria dos países.

A ideia, porém, vai além da nova categoria de conexão mobile, mais veloz e com maior capacidade de transferência de dados. De acordo com a Samsung, aplicações da Internet das Coisas, realidade virtual, direção autônoma e inteligência artificial já devem se beneficiar da maior capacidade do componente, com a chegada às mãos do público em geral prometendo acelerar o lançamento de soluções e também preparar os novos smartphones e dispositivos para uma nova geração de conectividade.

O Exynos 5100 foi fabricado com processo de 10 nanômetros, o que também significa que o componente consome pouca energia ao entregar suas atividades de processamento. O modem está de acordo com as normas da 3GPP, a iniciativa global que cria os padrões para internet móvel. Isso significa, novamente, que os produtos que chegarem ao mercado com a tecnologia já serão compatíveis com a conexão 5G, uma vez que ela estiver disponível.

Essa capacidade também se traduz nos números revelados pela fabricante. De acordo com a Samsung, o chip pode atingir uma velocidade máxima de 2 Gbps usando frequências de até 6 GHz para transmissão, enquanto chega a até 6 Gbps na mmWave, espectro que varia entre 30 e 300 Ghz. Seriam, segundo a marca, velocidades até cinco vezes maiores que as dos antecessores e concorrentes.

Como o nome já indica, o Exynos 5100 fará parte da família de processadores proprietários da Samsung, estando disponível em modelos de topo de linha da companhia, bem como aparelhos de parceiros em mercados selecionados. Como a fabricante deu o final deste ano como previsão de disponibilidade da tecnologia, é provável que aparelhos como os próximos Galaxy S e Galaxy Note já venham com o chip e, sendo assim, também tenham suporte a conexões 5G.

Enquanto isso, no Brasil, a previsão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) é que as conexões 5G comecem a dar as caras, comercialmente, apenas em 2020, com as primeiras licitações estando previstas apenas para o final do ano que vem. Uma das ideias é o uso da frequência de 3,5 GHz, hoje utilizada pela TV aberta via satélite, o que levanta questões relacionada a interferência e disponibilidade que podem atrasar o processo de implementação.

Fonte: CanalTech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: