Teste de durabilidade do iPhone XS Max mostra que ele não é tão resistente assim

Com a chegada oficial dos novos iPhones às lojas de alguns países nesta sexta-feira (21), já começaram a sair as primeiras avaliações sobre o aparelho — e as mais legais são aquelas que desmontam e testam a durabilidade do dispositivo.

De acordo com o site iFixIt, o design dos novos iPhones mantém algumas ideias interessantes, como a facilidade de troca das peças que costumam dar mais problema (tela e bateria), além de que a tela pode ser facilmente retirada sem precisar remover o Face ID. Apesar disso, o fato de o aparelho possuir vidro tanto na frente quanto atrás o torna bastante frágil e com pouco proteção a quedas.

Já o canal Jerry Rig Everything soltou seu tradicional vídeo de teste de durabilidade com o iPhone XS Max, que você pode conferir abaixo:

Apesar de, no geral, o aparelho ter passado no teste de durabilidade, ele acabou deixando a desejar em vários pontos. O primeiro deles é a tela: ainda que o marketing do iPhone XS Max tente vender o aparelho como possuidor da mais resistente tela de vidro já usada em um iPhone, um teste rápido mostra que a resistência a riscos é exatamente igual a das telas de vidro de qualquer outro aparelho de outras marcas.

Outro problema encontrado no modelo sugere uma propaganda enganosa da Apple. Em seu site oficial, a empresa alega que a câmera traseira do iPhone XS Max é protegida por uma tela de cristal de safira, o que tornaria praticamente impossível qualquer instrumento riscar as lentes da câmera. Mas o que a Apple não fala é que esta é, na verdade, uma tela de cristal de safira impura, que possui o mesmo grau de proteção de vidro normal. Ao comparar o cristal da Apple com um relógio de pulso Tissot, que é protegido com cristal de safira puro, é nítida a diferença de qualidade.

O vídeo de Jerry ainda alerta para um possível problema do aparelho: como ele é todo revestido em vidro, qualquer queda pode acabar provocando rachaduras ou até mesmo quebrar o iPhone. E, de acordo com o site da Apple, a troca do case de vidro do aparelho custa incríveis US$ 599, o que torna o iPhone XS Max o smartphone da Maçã com maior custo de reparo para um componente tão frágil. Para comparação, uma case de vidro da Samsung pode ser trocada na assistência técnica oficial por US$ 30.

Apesar desses problemas, o iPhone XS Max em si se mostra bastante duradouro e de bastante qualidade, principalmente pela escolha da empresa em utilizar aço inoxidável ao invés de alumínio, o que torna ele mais resistente a riscos, além de não ter envergado no teste de pressão. Só que o vídeo lembra que todas essas vantagens já existiam na primeira versão do iPhone X e garante que a melhoria é muito marginal para valer a diferença de preço.

Fonte: CanalTech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: